Buscar

Dia dos Aposentados: Resgatar a Dignidade no mundo do Trabalho hoje e sempre!

Hoje, 24 de Janeiro, convencionou-se comemorar o Dia dos Aposentados e Pensionistas. É, sem dúvida, uma data extremamente importante no contexto trabalhista e social. No entanto, nos últimos tempos tornou-se mais um dia de forte reflexão do que propriamente uma data para se comemorar.

Sem dúvida, devemos todo o respeito e compromisso com todos aqueles que dedicaram os melhores anos de sua vida produzindo e gerando riquezas para o país e que, atualmente, conquistaram o direito de gozarem o merecido descanso após décadas de trabalho. Mas sabemos que, infelizmente, a realidade da enorme maioria de aposentados e pensionistas não é de descanso e sossego.

Sabemos que boa parte dos aposentados sequer consegue se manter com seus ganhos previdenciários. Na verdade, a grande maioria ainda depende de buscar renda extra para, no mínimo, tentar manter seu padrão de vida anterior à aposentadoria. Sabemos que muitos que se aposentam não podem e nem querem parar de trabalhar pelo simples fato de saberem que não sobreviverão com suas pensões. Sabemos que, ano após ano, aposentar-se tem se tornado sinônimo de carência de necessidades básicas e dignidade social.

Também sabemos que, após a última Reforma da Previdência, ocorrida em 2019, as coisas têm piorado significativamente. Ou seja, mais e mais anos de trabalho e contribuição para se conseguir menos tempo de aposentadoria e, pior, com ganhos menores e, naturalmente, menor qualidade de vida. Infelizmente, sob a ótica do “Mercado”, idosos transformaram-se em um problema para um Estado gerido por um Governo que em nada privilegia os trabalhadores.

Por fim, diante de tal realidade, cabe a todos nós, trabalhadores da ativa ou aposentados, repensarmos o que esperamos de nossa sociedade. Devemos resgatar todos os direitos perdidos e, definitivamente, construirmos um Estado que garanta dignidade a todos os que produzem efetivamente a riqueza de nosso país. Afinal, o tipo de sociedade que queremos é a da Justiça, da dignidade e do bem-estar do início ao final de nossas vidas.


Eliseu Silva Costa

Presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo