Buscar

Vamos reconstruir a Justiça Social

No último dia 2, a democracia retomou seu rumo e, novamente, colocou no Governo do país um presidente compromissado com as causas sociais e com os trabalhadores. Após o governo golpista de Michel Temer e o Desgoverno de Jair Bolsonaro, teremos a chance de colocarmos o país nos trilhos do crescimento econômico e da justiça social novamente com Lula no poder.

Claro, não será tarefa fácil. O desmonte ocorrido nas mais diversas áreas foi profundo e os prejuízos que vão desde a perda de direitos, achatamento de salários, ausência de reajustes decentes para aposentados e pensionistas, precarização do trabalho e o enfraquecimento dos sindicatos (apenas para ficarmos na área trabalhista), levará algum tempo para se recompor e exigirá de cada um de nós esforços ainda maiores na busca de um país melhor para se viver.

Agora, mais do que nunca, devemos continuar nossa mobilização em torno das causas justas aos trabalhadores e buscarmos sem descanso nosso fortalecimento junto aos trabalhadores. Sobrevivemos todo este tempo sob o ataque direto de um governo que em nada respeitou a classe trabalhadora e de patrões sem nenhuma responsabilidade social, que visaram apenas lucros e mais lucros.

Repito, reverter o atual quadro não será nada fácil. As feridas deixadas por este governo em nossa sociedade são profundas e apenas a permanente união das forças progressistas poderão demonstrar a todos que a liberdade, a capacidade de diálogo e a aceitação das divergências de pensamento são os caminhos mais sólidos para uma dinâmica política, econômica e social mais justa e inclusiva para todos. Tais valores venceram nas urnas e saberemos fazer com que sejam vitoriosos também em nosso cotidiano.


Claudio Magrão

Secretário Geral da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo