Buscar

Sob o domínio do caos e afins!

A atual situação que o Brasil enfrenta não possui precedente histórico. Já vivemos crises de várias formas: econômicas, políticas, sociais e até mesmo pandêmicas, mas jamais todas juntas e ao mesmo tempo. Não se trata, em absoluto, de ausência de liderança na condução de um processo de difícil equação em que o país se encontra. Pior que isso, trata-se da insistência em uma liderança maléfica que nos conduz dia a dia ao caos.

Afinal que líder é esse? Que tipo de gente o segue? Como é possível aguentar tanta agressão e violência por parte do mandatário maior de um país contra seu próprio povo? De fato estamos sem governo, sem direção, sem liderança, sem políticas para o emprego, para a educação, para a saúde, para nada. A incompetência está no poder e não medirá esforços em se manter nele.

O descaso com a pandemia e suas formas de controle que vão desde o distanciamento social e o uso de máscaras até as vacinas é exatamente o que poderia amenizar o problema econômico. No entanto o governo é contra tudo isso. A lógica perversa da “imunização pelo contato ao vírus” aproxima o país dos 500 mil mortos. Não existe tirania pior.

O desespero da fome, da miséria absoluta não será compensado com auxílios que mal dão para pagar contas básicas como a luz e o gás. Que dirá abastecer de alimentos uma família? E, de novo, o mandatário e seus obtusos seguidores preocupam-se mais com a economia de mercado e com equilíbrio fiscal do que com bem estar social. Que tragédia.

Enquanto as mortes se acumulam e o “salve-se quem puder” estiver na ordem do dia a crise irá se aprofundar cada vez mais. Cabe a cada um de nós, contrários às atrocidades cometidas diariamente pelo atual governo, resistirmos e lutarmos por saúde e justiça social. Lutarmos, mais do que nunca, pela vida!


Eliseu Silva Costa

Presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo