top of page
Buscar

Milhares de trabalhadores participaram do 1º de Maio das centrais em SP


Presidente Lula vai ao 1º de Maio das Centrais e sanciona reajuste da tabela do Imposto de renda afirma que fará um mandato ainda melhor que os dois primeiros para o país (Foto: Fabio Casseb)


As centrais sindicais reuniram milhares de trabalhadores, nesta quarta-feira, no 1º de Maio realizado de forma unitária pelo sexto ano consecutivo.

O evento, organizado pelas Centrais Sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST, CSB Intersindical Central da Classe Trabalhadora e Pública, aconteceu no Estacionamento Oeste da Neo Química Arena, Estádio do Corinthians.

O tema deste ano, “Por um Brasil mais Justo” promoveu um dia de celebração e reflexão para levar a toda a população brasileira a luta das Centrais Sindicais em defesa dos interesses da classe trabalhadora.

Vale lembrar que dezenas de eventos foram realizados, em todas as regiões do país, organizados pelas centrais.

Atualização da tabela do IR

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, participou do ato das centrais e sancionou dois projetos de lei.

Um que reajusta a tabela do IR e amplia a isenção do Imposto de Renda a quem ganha até dois salários mínimos, ou seja, R$ 2.824 por mês os valores do IR.



Presidente Lula sanciona projeto que reajusta tabela do IR e amplia a isenção do Imposto de Renda a quem ganha até dois salários mínimos, ou seja, R$ 2.824 por mês – Foto: Ricardo Stucker


Antes, a isenção do IR valia para salários de até R$ 2.640, valor correspondente a dois salários em 2023.

O outro projeto sancionado pelo presidente Lula foi o de trabalho decente para domésticas.

“É gratificante para um presidente da República, no dia 1º de maio, participar de um ato e olhar no olho de cada trabalhador e trabalhadora e poder dizer pra vocês: esse país vai tratar com muito respeito os homens e as mulheres que moram neste país.”

Lula comemorou a volta do crescimento da indústria e que os investimentos voltaram.

“O emprego está crescendo e nós vamos fazer um mandato melhor que os nossos dois mandatos anteriores para o país”, afirmou Lula.

O vice-presidente Geraldo Alckmin, além de diversos ministros marcaram presença no ato entre os quais, o ministro do Trabalho, Luiz Marinho que destacou em sua fala que o presidente Lula sempre orienta para trabalhar pelo desenvolvimento.

“Hoje, é dia de homenagear os trabalhadores. Hoje, é dia de luta, dia de resistência e juntos vamos lutar contra o processo de perdas de renda e direitos”.



Fonte: Radio Peão Brasil




Comentários


bottom of page