Buscar

“Acordo Emergencial” - Metalúrgicos do Estado de São Paulo encaminham aos setores patronais

As Federações de Metalúrgicos do Estado de São Paulo (filiadas à Força Sindical e à CUT), encaminharam esta manhã (25), um ofício conjunto aos sindicatos patronais com os quais negociam, propondo e buscando alternativas de ações que protejam a categoria diante do grave quadro que a pandemia de COVID-19 vem impondo a todos os setores sociais.

Intitulado “ACORDO MARCO EMERGENCIAL EM DEFESA DA VIDA E DO TRABALHO”, o documento propõe, em caráter emergencial, que sindicatos de trabalhadores e patronais sentem à mesa de negociação e tomem atitudes efetivas conjuntamente visando a proteção da saúde e do emprego do trabalhador metalúrgico do Estado de São Paulo.

“Não podemos mais aceitar que dia após dia, mais trabalhadores e trabalhadoras estejam expostos a esse vírus que, como todos sabemos, está fora de controle. Esse documento em conjunto construído com os companheiros da FEM-CUT, tem por objetivo principal sensibilizar o setor patronal para que possamos construir ações imediatas de proteção para a categoria que representamos. Esperamos intensificar e ampliar nossa luta pela vida neste momento de extrema gravidade pelo qual passamos”, declarou Eliseu Silva Costa, Presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, filiada à Força Sindical.

Leia o documento na íntegra:

Doc assinado
.pdf
Download PDF • 392KB