Buscar

Metalúrgicos de Piracicaba iniciam a Campanha Salarial 2020


Os trabalhadores metalúrgicos de Piracicaba e região deram início a Campanha Salarial 2020. A pauta de reivindicações que será entregue ao Simespi (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas, Fundições e Similares de Piracicaba e Região) foi aprovada, em assembleia realizada (17/09), às 19 horas, no Clube recreativo da categoria.

Neste ano, os metalúrgicos pleiteiam o reajuste salarial, com a reposição do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), aumento real e a manutenção de todas as cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho. “Somente com a renovação da Convenção Coletiva é que garantiremos benefícios, que estão além do que já previstos na lei, como por exemplo a hora-extra de 60%, o adicional noturno de 35%, a cesta-básica (vale-alimentação), seguro de vida, Participação nos Lucros e/ou Resultados, garantia de emprego aos afastados por doença profissional ou acidente de trabalho, férias, dentre outros”, disse Wagner da Silveira, Juca, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e região.

Devido ao agravamento da crise econômica, da pandemia de Covid-19 e as mudanças na legislação, especialmente a reforma trabalhista, muitas brechas foram abertas para a retirada de direitos já conquistados. Uma delas é a ausência da ultratividade, como garantia da validade da Convenção Coletiva. Os benefícios ficam ameaçados, caso o acordo não seja fechado até a data-base de 1º de novembro. Segundo Wagner da Silveira, Juca, presidente do Sindicato, será uma Campanha Salarial difícil, mas durante todos esses meses, o Sindicato já enfrentou vários desafios e mostrou que é possível, mesmo em tempos difíceis negociar condições melhores para os trabalhadores. “Nenhuma empresa do setor metalúrgico ficou sem a Participação nos Lucros e/ou Resultados. O Sindicato fechou acordos, garantindo direitos que estavam ameaçados pelas medidas provisórias editadas pelo governo federal (MP 936,905 e 927). Os acordos coletivos de redução de jornada/salários e suspensão firmados, em todos o Sindicato buscou garantir os empregos, mantendo o salário líquido do trabalhador. Ações de prevenção e higiene no ambiente de trabalho também foram realizadas, devido a pandemia. A classe metalúrgica precisa estar unida e mobilizada, para que possamos garantir a manutenção dos direitos conquistados. Pedimos que os trabalhadores participem das assembleias, que também serão realizadas nas empresas, conforme o edital já publicado. Vamos manter os empregos, renda e direitos e a Convenção Coletiva, é a principal fonte de proteção dos trabalhadores”, disse Wagner da Silveira, Juca, presidente do Sindicato.

A Assembleia da Campanha Salarial foi realizada com segurança, seguindo todas as regras sanitárias recomendadas pelos órgãos públicos de saúde, devido a pandemia de Covid-19.


Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba/Erica Verissimo

FEDERAÇÃO DOS METALÚRGICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO 

Rua Pará, 66 - Higienópolis - São Paulo - SP - Tel.: 3217--5255

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
logo z.jpg