Buscar

Metalúrgicos da Renault iniciam greve contra mais de 700 demissões

Contra a postura da empresa de demitir 750 trabalhadores, os metalúrgicos da Renault, em Curitiba, entram nesta quarta-feira, 22, em greve por tempo indeterminado. A decisão pela paralisação foi tomada na terça, 21, durante assembleia na frente da fábrica. 


Enquanto a empresa não voltar a negociar com o Sindicato para reverter a situação a mobilização vai continuar.


“Queremos deixar nosso repúdio pela forma que esta empresa está agindo mesmo recebendo incentivos fiscais do governo do estado para gerar e também manter empregos. Infelizmente não é o que a direção atual desta planta está pensando”, ressalta o presidente do SMC (Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba), Sérgio Butka.


Butka ainda lembra “que os trabalhadores continuarão lutando para que se consiga uma relação capital/trabalho mais harmoniosa”.


Clique aqui e saiba mais sobre a luta dos companheiros. [Fonte: SMC] 



Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba

FEDERAÇÃO DOS METALÚRGICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO 

Rua Pará, 66 - Higienópolis - São Paulo - SP - Tel.: 3217--5255

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
logo z.jpg