Buscar

Jundiaí: Trabalhadores da Foxconn II aprovam calendário de compensações 2022



Na tarde desta quarta-feira (29) os companheiros e companheiras da Foxconn II (anhanguera), em Jundiaí, definiram o calendário de compensações de 2022. O cronograma, elaborado com base em feriados e dias pontes, vai proporcionar folga na última semana de dezembro.

O acordo prevê a adição de 20 minutos à jornada diária para compensar 10 dias pontes de feriados. Os trabalhadores da Foxconn II irão folgar em 13 feriados ao longo de 2022.

“O modelo de compensação aprovado oferece flexibilidade e bem estar ao trabalhador, afinal, a maior parte das folgas serão durante as celebrações do final de ano. Isso representa mais tempo ao lado da família. Vale ressaltar que a proposta também está totalmente alinhada com a produtividade da empresa”, declarou Rose Prado, diretora Sindical.

Reivindicações internas A diretoria do Sindicato aproveitou a oportunidade para expor as reivindicações dos trabalhadores da Foxconn II. As principais demandas envolvem melhoria na qualidade da refeição oferecida durante a semana e aplicação de um programa de cargos e salários.

“Há muito tempo trabalhadores reclamam da refeição. É preciso estender a qualidade da refeição dos finais de semana para o restante da semana, pois merecemos refeição de qualidade sempre, não somente em dias de horas extras”, declarou a diretora de base, Luciana da Silva.

O diretor de base, Leandro Reis, pediu que os trabalhadores permaneçam mobilizados por melhores salários. “Temos ótimos trabalhadores que estão há anos na mesma função e que merecem ser promovidos. É necessário valorizar os companheiros, pois são os responsáveis por produzirem os melhores produtos eletrônicos do mercado. Aqui, na Foxconn II, temos um longo histórico de lutas e conquistas. E temos que permanecer unidos para que possamos avançar nas questões envolvendo cargos e salários”, disse Leandro.

Campanha Salarial Presentes na assembleia, o presidente do Sindicato, Eliseu Silva Costa, e o diretor sindical, Luís Carlos de Oliveira (Lú), apresentaram o ponto de vista sindical da Campanha Salarial de 2021. “As negociações seguem em ritmo intenso. Estamos reivindicando a reposição da inflação e, principalmente, a manutenção das cláusulas sociais presentes na Convenção Coletiva de Trabalho. Nos próximos dias, iremos convocar uma nova assembleia geral para avaliação da pauta final. A participação e o apoio de todos serão fundamentais”, disse o presidente, acompanhando dos diretores de base, Ronaldo de Marchi, Andréa Barbosa, Rosemilda Pereira, Willian Reis e Ricardo Zanini.


Fonte: Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí