Buscar

Jundiaí: Companheiros da Brasimet aprovam reajuste salarial


A primeira atividade do Sindicato em 2022 rendeu ganhos aos trabalhadores. Na tarde desta quinta-feira (13) os companheiros da Brasimet votaram pela adesão das diretrizes trabalhistas e salariais dos demais grupos patronais do setor metalúrgico, aprovadas na Campanha Salarial de 2021.

Com a adesão, os companheiros terão reajuste de 11,08% (reposição integral da inflação) nos salários , aplicação do abono de 26% e as cláusulas sociais, presentes na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), serão renovadas. Como o Grupo 10 não finalizou negociação, o Sindicato propôs a adoção de acordos de grupos patronais que finalizaram negociação.

O diretor sindical, Luís Carlos de Oliveira (Lú), ressaltou a importância da atuação do Sindicato junto aos trabalhadores durante o período de Campanha Salarial. “A empresa não é obrigada a dar o aumento salarial, mesmo com a legislação estabelecendo uma data base. Sendo assim, é fundamental que os companheiros estejam ao lado do Sindicato para fazer valer os direitos”, disse o diretor ao lado da diretora de base, Luciana da Silva.

Mobilização Para reforçar a narrativa da luta coletiva, a diretora sindical, Rose Prado, lembrou da mobilização realizada em julho de 2019 que teve como principal reivindicação a aplicação do FGTS em atraso. Prado argumentou que após a ação, a situação foi normalizada.

A diretora também informou que o Sindicato vai dialogar com a empresa sobre melhorias no vale alimentação.

“Nós seguimos firmes em nossa atuação. Normalizamos os depósitos do FGTS e garantimos o aumento da data base. Agora, vamos nos reunir com a Brasimet para garantir um bom valor no vale alimentação, que é um direito essencial para os companheiros e companheiras”, disse a diretora.


Fonte: Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos de jundiaí