Buscar

A Política criminosa da Insanidade

Então assistimos a mais um espetáculo da incompetência e da falta de foco deste governo no Dia da Independência. Milhares e milhares de seguidores cegos pelo ódio e pela ignorância de um “líder” insano e desesperado foram às ruas pedir absurdos tais como fechar o STF, o Congresso Nacional, a volta do AI-5, intervenção militar, Golpe de Estado, voto impresso e outras sandices que em nada, absolutamente nada, poderia melhorar a situação do país. De fato, o que assusta, é a total irresponsabilidade e alienação de um Presidente da República que, dia após dia, faz de tudo para dividir cada vez mais a população de seu país e manter-se no Poder.


Em nenhum só registro das mobilizações governistas se viu algo que pudesse, de fato, representar nossa realidade. Nada sobre a Pandemia, nada sobre a inflação, nada sobre o desemprego, nada sobre a miséria, a distribuição de renda ou a precarização do trabalho, nada sobre o evidente descontrole da economia, a corrupção ou os crimes ambientais. Repito, nada que pudesse mobilizar a população em nome de uma qualidade de vida melhor para cidadãos e cidadãs brasileiros. Aliás, muitas faixas “bilíngues”, tentando de forma bizarra mostrar ao mundo que o problema do Brasil é o seu sistema judiciário ou eleitoral.


Não restam dúvidas de que a “Democracia” tem sofrido diversos ataques deste governo e que, pela Constituição, o Presidente da República é um criminoso por esta razão. No entanto, nos parece que seu crime é muito maior se pensarmos em um governante que em nada está preocupado com a fome de seu povo, o alto custo de vida e as centenas de vidas que ainda são perdidas diariamente por uma pandemia agravada diretamente pelo seu negacionismo.


Talvez esse governo não seja punido por querer destruir o Estado de Direito. Mas será, mais cedo ou mais tarde, por liderar seu povo através do ódio, do divisionismo, de mentiras e de uma irresponsabilidade insana que, infelizmente, está levando o país cada vez mais ao abismo social, econômico e político. A dura realidade vivida pelo nosso povo é muito maior e mais concreta e já prenunciam a derrota de tanta estupidez.


Eliseu Silva Costa

Presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo